Gigantes versus fadinhas, parte 2 e 3.

Parte 2: REDIMENSIONANDO ARMAS

Precisava de uma espada maior, mas não tanto assim!

Essas regras são projetadas para fornecer a lutadores, gigantes ou minúsculos, armas de tamanho enorme ou diminuto – não para serem realistas. Elas redimensionam as armas para o ST necessário para empunhá-las em vez de para o comprimento.

Continue lendo “Gigantes versus fadinhas, parte 2 e 3.”
Publicidade

Saltando sobre o buraco no meio do caminho

Bem, depois de ver como cavar um buraco, vamos ver como saltar por cima dele antes que o rinoceronte que está correndo desembestado atrás de ti te chifre.

Venho neste tópico propor uma versão mais enxuta da regra de salto. Que segue a mesma progressão da original, mas retorna os valores em metros e é mais fácil de decorar.  

Cálculo Alternativo de Salto:

O valor padrão que vamos adotar para o salto é você correndo todo o seu deslocamento básico (DB) antes de saltar. E com os valores restantes calculados a partir daí.

O novo valor para SALTO EM DISTÂNCIA passa a ser o Deslocamento Básico,
com + 1 de bônus a cada +5 de DB acima de 1.

Ou seja:

De DB 01 a 05, SALTO = DB
De DB 06 a 10, SALTO = DB+1
De DB 11 a 15, SALTO = DB+2
Etc.

Altura do salto (em cm) = distância do salto x 25 (ou distância do salto /4 sem arredondar, para obter o valor em metros)

1 – Correndo:

Distância do salto (em metros) = DB + Bônus

2 – Parado (Se não correr antes de saltar):

Distância do salto (em metros) = (DB/2) + (Bônus/2) 
Obs¹.: Arredonde para baixo após cada divisão, não somente no final do cálculo.

2.1 – Se correr pouco:

Se o personagem não correr todo o deslocamento antes de saltar, Some a Distância Percorrida antes do salto (em metros) ao Deslocamento Básico e use este valor no lugar do DB como se fosse um salto sem correr, calculando inclusive o bônus com base nesse novo valor.

Distância do salto (em metros) = (DB+DP)/2 + (Bônus/2) 

3 – Despreparado:

Se estiver em combate e, além de não poder correr, também não puder se preparar pro salto, divida esse valor por 2 e arredonde para baixo novamente.

Distância do salto (em metros) = [(DB/2) + (Bônus/2)] /2

E é isso.

Continue lendo “Saltando sobre o buraco no meio do caminho”

Revisitando a tão famosa regra de cavar

O seu personagem é um pirata querendo enterrar um tesouro? Um coveiro enterrando um corpo? Um mineiro atrás de metais e pedras preciosas? Um anão fazendo um novo quarto mas montanhas pro filho que vai nascer? Um elfo paleontólogo buscando a ossada fóssil de um antigo dragão lendário? Um arqueólogo em busca da oculta entrada de um templo antigo? Um camponês fazendo uma vala pra levar água pras suas plantações e animais? Um caçador de tesouros atrás de uma relíquia enterrada? Um necromante exumando corpos para criar novos aliados? Um cachorro escondendo seus ossos? Uma toupeira? Um soldado construindo uma trincheira? Um rei ordenando a construção de um fosso em torno do castelo? Alguém construindo um poço para a vila poder ter água pra beber? Um gigante cavando uma armadilha pra pegar um elefante pro jantar?

Como vemos, há muitos motivos pelos quais você poderia precisar cavar algo. Em alguns momentos, vai bastar se dizer que você cavou e pronto. Mas em outros momentos é importante saber se o seu personagem conseguiria fazer tudo o que você pretende no tempo que tem disponível, ou saber de quanta ajuda ele vai precisar.

E é para esses momentos que existe a regra para cavar em Gurps.

Continue lendo “Revisitando a tão famosa regra de cavar”